Pular para o conteúdo principal

MERCADO DA MÚSICA PÓS-PANDEMIA

Samuel Deolli | Compositor
Créditos: Marcio Alessandro / Ana Sarah
Um dos painéis mais esperado da Exponeja, com especialistas experientes.
O mercado da música já estava em plena transformação antes mesmo da pandemia chegar. Alguns formatos já estavam saturados de muita mesmice e sem muitas novidades. Se olharmos para os últimos 10 ou 15 anos atrás, foram muitos experimentos, muitas novidades. Todas as misturas possíveis foram testadas principalmente o segmento sertanejo que viajou de norte a sul com as misturas de ritmos gaúchos ao carimbó do Belém do Pará. Sem esquecer os ritmos latinos que constantemente voltam ao cenário musical brasileiro.
Os produtores musicais criam um verdadeiro show com todas essas misturas que são plenamente executadas pelos seus interpretes. Sem esquecer o sertanejo raiz caipira. Ou seja, depois de um longo passeio, o bom filho a casa retorna. Isso resume as estratégias dos grandes artistas sertanejos utilizadas nos últimos anos. Depois de passar por todas essas misturas de ritmos, dos mais frenéticos à sofrência, o mercado está ávido e espera novidades para grandes lançamentos explosivo no pós-pandemia.
Infelizmente isso não é só no Brasil e nem só no segmento sertanejo. O mercado da música no mundo está passando por essa metamorfose. Novos talentos e novidades no mercado fonográfico mundial andam em modo escassez. As novidades estavam por conta de turnês dos grandes ícones mundiais em shows e apresentações históricas para essa nova geração.
No Brasil, o mercado para o público teen, sempre foi gigantesco, mas está carente de novidades pós Sandy e Junior. As crianças praticamente depois da galinha pintadinha, viram adultas dançando funk e cantando sertanejo liderado pelo romantismo de Luan Santana, que para o futuro projeta um público adulto. Tá um vácuo nesse nicho, que com certeza falta um novo príncipe ou princesa do público sertanejo teen.
O que virá pós-pandemia? O que dá impressão é que a maioria dos artistas estão preparando novidades para a volta dos shows. Muitos lançamentos despontando um romantismo, em um contexto do momento, chamando atenção do público para um amor intenso, no verdadeiro sentido do verbo amar. O convívio com a família, estar mais próximo das pessoas que amam, dar valor e sentido à vida, valorizar o que realmente importa.  Será que vem uma onda romântica por aí? 
 A Exponeja é um evento que anualmente reúne os grandes especialistas e experts, profissionais de todas as áreas em torno da carreira artística e na maioria do mundo sertanejo, para debater os principais temas, tudo o que está acontecendo e quais as novidades do mercado da música.
O evento vai acontecer dias 6 e 7 de Outubro e será 10% online. Será 16 painéis, 24 workshops e mais os bastidores. Tudo ao vivo. Acesse o link para conhecer a programação, quem são os palestrantes e adquirir o passaporte. https://www.exponeja.com.br/programacao  

Fonte: Lu Pimentel


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CHURRASCO, CERVEJA E VIOLA

Criada no final do ano passado a turnê “Churrasco, Cerveja e Viola”, reúne em apenas um
evento as grandes paixões do brasileiro: música sertaneja, cerveja gelada e churrasco à
vontade.
São mais de 6 horas de evento, várias atrações musicais e churrasco LIBERADO. Venha desfrutar
da maior estrutura móvel de churrasco do Brasil ao lado da sua família e dos amigos.
Para aqueles que são amantes do sertanejo, e gostam de uma boa experiência gastronômica,
não pode deixar de conhecer a nossa fazendinha, o defumador, bar da Cachaça Cabaré, Molhos
Soeto, Itaipava gelada e a maior roda gigante de churrasco do Brasil.
Imagina curtir vários shows nacionais, beber uma cerveja gelada e ter churrasco liberado durante
todo o evento? Isto é Churrasco, Cerveja e Viola.
A turnê 2020 será lançada em Abril deste ano. Fiquem ligado em nossa agenda.
Na cultura do churrasco: a celebração;
Na cerveja: a reunião e diversão;
A família sertaneja: ouvindo modão.
Em abril de 2019 foi gravado o primeiro DVD Churras…

Léo Magalhães – Mais Pro bar Do Que Pra Casa

O verdadeiro “boa praça”, assim Léo Magalhães é definido por seu público e amigos. Com 16 anos de carreira eu o mesmo número de CD’s,. Agora, o cantor lança seu  6o. DVD – “Mais Pro Bar Do Que Pra Casa”, gravado em janeiro deste ano em um dos mais bonitos cenários de São Paulo – Terraço Itália-. As 19 faixas deste trabalho esta  disponível em todas as plataformas digitais no próximo dia 22 de fevereiro.      Carisma e talento sempre caminharam juntos com Léo Magalhães, amante da musica sertaneja conseguiu imprimir  identidade própria em suas interpretações. Talvez seja este o segmento mais concorrido do mercado fonográfico, mas o cantor tem seu próprio diferencial e isso, o faz único.      O romantismo é o ponto forte de Léo Magalhães que além de cantor é um excelente comunicador, sabe como poucos traduzir a linguagem popular, o exemplo deste identidade é seu público fiel de norte a sul do pais.      Com o dom de se reinventar e acompanhar as novas tendências, sem perder suas essência, L…

Luiza e Maurílio lançam "S de Saudade" com participação de Zé Neto e Cristiano

Faixa faz parte do novo EP, com 6 faixas inéditas e uma regravação
A dupla Luiza e Maurílio divulgaram hoje (25), a música “S de Saudade”. A faixa tem participação especial da dupla Zé Neto e Cristiano e é o primeiro de uma série de lançamentos programados para os próximos meses com o EP “Ensaio Acústico”. As próximas faixas serão divulgadas nas plataformas digitais e no canal da dupla. “Última Vez”, “Traumas Recentes”, “Só Pose”, “Eterna Recaída”, “Continua” e “Palpite”, a única regravação do trabalho, um clássico que fez história na voz de Vanessa Rangel. Gravado em Goiânia, “Ensaio Acústico” é o quarto trabalho da dupla que já lançou “Ao Vivo” (2017), “Ao Vivo em Imperatriz – MA” (2018) e o mais recente “Segunda Dose” (2018), também gravado em Goiânia e contou com participações de Alcione, Marília Mendonça, Jorge e Gabriel Diniz. Luiza e Maurilio é uma dupla em forte ascensão na cena musical sertaneja e acumulam um crescimento significativo. O último trabalho, “Segunda Dose”, alcan…